30.6.15

Tende cuidado...

Do Evangelho da Missa de hoje - Santos Protomártires da Igreja de Roma -:
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Tende cuidado para que ninguém vos engane, porque muitos virão invocando o meu nome e dirão: ‘Eu sou o Messias,’ e enganarão muita gente. Ouvireis falar de guerras e rumores de guerras. Prestai atenção e não vos alarmeis, pois estas coisas têm de acontecer; mas ainda não será o fim. Porque há-de erguer-se povo contra povo e reino contra reino e haverá fomes, pestes e terramotos em diversos lugares. Tudo isto será apenas o começo das dores. Nesse tempo, entregar-vos-ão à tortura e à morte e de todos sereis odiados por causa do meu nome. Então, muitos vão sucumbir e mutuamente se hão-de trair e odiar. Surgirão falsos profetas em grande número e enganarão muita gente. De tal modo aumentará a maldade que a caridade de muitos resfriará. Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo». (Mt 24, 4-13)

28.6.15

Catequese familiar: Domingo XIII

EVANGELHO: Forma breve Mc 5, 21-24.35b-43

Naquele tempo, depois de Jesus ter atravessado de barco para a outra margem do lago, reuniu-se uma grande multidão à sua volta, e Ele deteve-Se à beira-mar. Chegou então um dos chefes da sinagoga, chamado Jairo. Ao ver Jesus, caiu a seus pés e suplicou-Lhe com insistência: «A minha filha está a morrer. Vem impor-lhe as mãos, para que se salve e viva». Jesus foi com ele, seguido por grande multidão, que O apertava de todos os lados. Entretanto, vieram dizer da casa do chefe da sinagoga: «A tua filha morreu. Porque estás ainda a importunar o Mestre?». Mas Jesus, ouvindo estas palavras, disse ao chefe da sinagoga: «Não temas; basta que tenhas fé». E não deixou que ninguém O acompanhasse, a não ser Pedro, Tiago e João, irmão de Tiago. Quando chegaram a casa do chefe da sinagoga, Jesus encontrou grande alvoroço, com gente que chorava e gritava. Ao entrar, perguntou-lhes: «Porquê todo este alarido e tantas lamentações? A menina não morreu; está a dormir». Riram-se d’Ele. Jesus, depois de os ter mandado sair a todos, levando consigo apenas o pai da menina e os que vinham com Ele, entrou no local onde jazia a menina, pegou-lhe na mão e disse: «Talita Kum», que significa: «Menina, Eu te ordeno: Levanta-te». Ela ergueu-se imediatamente e começou a andar, pois já tinha doze anos. Ficaram todos muito maravilhados. Jesus recomendou-lhes insistentemente que ninguém soubesse do caso e mandou dar de comer à menina.


EXPLICAÇÃO: Jesus manifesta-se como o Senhor da vida. Mais de uma vez, Ele próprio Se definiu como sendo a Vida. É assim, porque é o Filho de Deus. Fazendo-Se homem, a sua humanidade é agora o instrumento da sua divindade. Aproximar-se d’Ele é aproximar-se da Vida.

Jairo é mencionado neste trecho das Escrituras para nos ensinar que devemos recorrer a Jesus nas doenças do corpo e da mente com fé e confiança; mesmo que a doença se prolongue e pareça incurável, não devemos sentir-nos desencorajados e perder a confiança em Deus: «Não temas; basta que tenhas fé».


INSTRUÇÃO SOBRE O ESCÁRNIO e o RÍDICULO A QUE SÃO SUJEITOS OS CATÓLICOS

Quando Jesus entrou na cada de Jairo e disse "A menina não morreu; está a dormir", a multidão riu-se d'Ele com desprezo porque não entederão o sentido das suas palavras, nem aquilo que Ele estava prestes a fazer. Tratamento semelhante é dado pelo mundo aos díscipulos de Jesus que, pela sua palavra e pelo seu exemplo pregam o desprezo das honras, riquezas, prazeres e o amor À pobreza, à humildade, à mortificação. Não permitis ser desviados aqueles que ridicularizam o teu zelo pela virtude; não lhes prestes atenção, tal como fez Jesus, e confia naquele que foi ridicularizado por tua causa, para teu bem.

Nessas ocasiões, diz para ti próprio:

"Eu sei, Jeus, que não é o servo maior que o seu Senhor. Se Vós fostes tão frequentemente zombado, deve parecer-me estranho que eu também seja insultado e considerado insensato por tentar praticar a virtude ? Não devo ser tratado de forma diferente de Vós, meu Senhor e meu Deus".

INTRUCTION ON SCORN and RIDICULE



When Jesus entered the house of Jairus, and said, "The girl is not dead, but sleepeth", the multitude laughed Him to scorn, because they understood neither the meaning of His words nor what He was about to do. Similar treatment sensual-minded men of the world often give to those servants of God who, by word and example, preach the contempt of honors, riches, pleasures, and the love of poverty, humility, and mortification. Permit not yourself to be led astray by those who ridicule your zeal for virtue; pay no heed to them, according to the example of Jesus, and trust in Him Who was Himself derided for your sake.

Say to yourself:

"I know, O dearest Jesus, that the servant is not greater than his master. When Thou wast so often mocked, why should it appear strange to me to be jeered at and called senseless for endeavoring to practise devotion and virtue? would not fare differently from Thee, my Lord and my God."

11.6.15

Catequese familiar: O SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

Qual é o mês dedicado ao e qual é a data da solenidade do sagrado coração de Jesus ?

O mês dedicado ao Sagrado Coração de Jesus é o mês de Junho.

A solenidade do sagrado coração de Jesus celebra-se na sexta-feira seguinte ao segundo domingo depois do Pentecostes (ou seja, no dia a seguir à oitava do Corpo de Deus).


Porque razão se celebra a solenidade do sagrado coração de Jesus neste dia ?

Em 1675, Jesus apareceu a S. Margarida Maria Alacoque. Jesus volta a queixar-se da ingratidão dos homens, e pede que, na sexta-feira seguinte à oitava do Corpo de Deus, se estabeleça a festa do Seu coração:
Eis este coração que tanto tem amado os homens. Não recebo da maior parte senão ingratidões, desprezos, ultrajes, sacrilégios e indiferenças. Eis que te peço que a primeira sexta-feira depois da oitava do Santíssimo Sacramento (Corpo de Deus) seja dedicada a uma festa especial para honrar o Meu coração, comungando, neste dia, e dando-lhe a devida reparação por meio de um ato de desagravo para reparar as indignidades que recebeu durante o tempo em que esteve exposto sobre os altares. Prometo-te que o Meu Coração se dilatará para derramar com abundância as influências de Seu divino amor sobre os que tributem essa divina honra e que procurem que ela lhe seja prestada.
A Igreja, depois de analisar e deliberar sobre esta revelação privada e sobre este pedido, estabeleceu esta Solenidade em 1865 (em Portugal e na Polónia, existia já autorização para celebrqar esta festa desde 1765).


O que se entende por Coração de Jesus ?

A expressão Coração de Jesus designa o mistério de Cristo, a totalidade do seu ser, a sua pessoa considerada no seu núcleo mais íntimo e essencial: Filho de Deus, Sabedoria Incriada, Caridade Infinita, princípio de Salvação e de santificação para a toda a humanidade.

O Coração de Jesus é Cristo oferecido com amor infinito ao Pai e aos homens seus irmãos.


Quais são os fundamentos bíblicos desta devoção ?

Em certo sentido, a devoção ao sagrado coração de Jesus é a tradução cultual do olhar que todas as gerações dirigirão Àquele que foi trespassado pela lança (cfr. Jn 19,37; Zc 12,10), e de quem brotou sangue e água (cfr. Jn 19,34):
um dos soldados traspassou-lhe o peito com uma lança e logo brotou sangue e água… isto aconteceu para se cumprir a Escritura, que diz … Hão-de olhar para aquele que trespassaram.
A meditação sobre o aparecimento de Jesus aos discípulos depois da Ressurreição, apresentando-lhes as mãos e o peito e pedindo a Tomé que tocasse nas suas chagas, favoreceram também esta devoção:
Ao anoitecer daquele dia, o primeiro da semana, estando fechadas as portas do lugar onde os discípulos se encontravam, com medo das autoridades judaicas, veio Jesus, pôs-se no meio deles e disse-lhes: «A paz esteja convosco!» 20*Dito isto, mostrou-lhes as mãos e o peito. Os discípulos encheram-se de alegria por verem o Senhor. … Oito dias depois, estavam os discípulos outra vez dentro de casa e Tomé com eles. Estando as portas fechadas, Jesus veio, pôs-se no meio deles e disse: «A paz seja convosco!» Depois, disse a Tomé: «Olha as minhas mãos: chega cá o teu dedo! Estende a tua mão e põe-na no meu peito. E não sejas incrédulo, mas fiel.»
São convites de Jesus - "manso e humilde de coração" (Mt 11,29) - a reconhecer o seu Amor no seu peito trespassado e a ter Fé.


Quais são as formas de devoção ao sagrado coração de Jesus ?

As formas de devoção ao sagrado coração de Jesus são:

- a consagração pessoal;

- a consagração da família;


- a ladainha do Sagrado Coração de Jesus, aprovadas em 1891 para toda a Igreja e às quais estão associadas indulgências;

- o acto de reparação, fórmula de oração através da qual o fiel, consciente da infinita bondade de Cristo quer implorar misericórdia e reparar as ofensas cometidas de tantas maneiras contra o seu Coração;

- a prática das nove primeiras sextas-feiras, que tem origem na “grande promessa” feita por Jesus a S. Margarida Maria Alacoque.



Para além da reparação, o que se pretende suscitar no coração dos fiéis com estas devoções ?

O amor ao Senhor e a confiança na sua infinita misericórdia do qual o Coração é penhor e símbolo.


Em que consiste a devoção dos nove primeiros sextas-feiras e a “grande promessa”?

A devoção dos nove primeiros sábados consiste em participar na Santa Missa e comungar em 9 primeiras sextas-feiras seguidas. É encorajada a realização de uma hora santa no próprio dia ou na 5ª feira anterior e o acto de consagração (ver acima).

De uma carta de S. Margarida Maria:
Eu prometo, na excessiva misericórdia do meu Coração, que meu amor omnipotente concederá a todos os que comungarem durante nove primeiras-sextas feiras do mês seguidas, a graça da penitência final; não hão de morrer em pecado e sem receber os sacramentos, servindo-lhes meu Coração de asilo seguro naquele último momento.”
(Existem 12 promessas no total).



Que cuidados se devem ter na prática desta devoção ?

  1. É claro que, tratando-se de uma revelação privada, essa devoção não pertence ao depósito da fé e não tem o caráter de obrigatoriedade. No entanto, o facto de o Magistério da Igreja ter aprovado repetidas vezes essa revelação torna-a digna de fé e confiança por parte dos fiéis.

  2. A prática desta devoção requer uma atitude de conversão e reparação, amor e gratidão, empenho apostólico e consagração a Cristo e à sua obra de salvação. É uma forma pedagógica dos fiéis se habituarem a viver em estado de graça, crescerem na devoção eucarística e na confiança na misericórdia de Deus. Só assim, orando humilde e confiantemente ao Sagrado Coração de Jesus, a alma pode alcançar a graça da penitência final.

  3. Não se deve por nesta prática uma confiança que seja uma vã credulidade ou superstição e que anule as exigências absolutamente necessárias da fé com obras e do propósito de levar uma vida conforme ao Evangelho.

  4. Não se deve perder de vista o valor primordial do Domingo.

7.6.15

Catequese familiar: a devoção dos cinco primeiros sábados

Na Aparição do dia 13 de Julho de 1917 anunciou Nossa Senhora em Fátima:
Para impedir a guerra virei pedir a consagração da Rússia ao meu Imaculado Coração e a Comunhão reparadora nos Primeiros Sábados”.

Esta última devoção veio pedi-la, aparecendo à Irmã Lúcia a 10-12-1925, em Pontevedra, Espanha. Disse então:
Olha, minha filha, o meu coração cercado de espinhos que os homens ingratos a todos os momentos me cravam com blasfémias e ingratidões. Tu, ao menos, procura consolar-me e diz que prometo assistir na hora da morte, com todas as graças necessárias para a salvação, a todos os que, no Primeiro Sábado de cinco meses seguidos, se confessarem, receberem a Sagrada Comunhão, rezarem um terço e me fizerem companhia durante quinze minutos, meditando nos 15 mistérios do Rosário com o fim de me desagravar”.


Nª Senhora mostrou o seu Coração rodeado de espinhos, que significam os nossos pecados. Pediu que fizéssemos actos de desagravo para Lhos tirar, com a devoção reparadora dos cinco Primeiros Sábados. Em recompensa, promete-nos "todas as graças necessárias para a salvação”.

Jesus nos dois anos seguintes, 15 de Fevereiro de 1926 e 17 de Dezembro de 1927, insiste para que se propague esta devoção. Lúcia escreveu: “Da prática da devoção dos Primeiros Sábados, unida à consagração ao Imaculado Coração de Maria, depende a guerra ou a paz do mundo”.



CINCO, POR QUÊ?

São cinco os Primeiros Sábados por, segundo revelou Jesus, serem “cinco as espécies de ofensas e blasfémias proferidas contra o Imaculado Coração de Maria:

  1. As blasfémias contra a Imaculada Conceição,

  2. Contra a sua Virgindade;

  3. Contra a Maternidade Divina, recusando ao mesmo tempo recebê-la como Mãe dos homens;

  4. Os que procuram infundir nos corações das crianças a indiferença, o desprezo e até o ódio contra esta Imaculada Mãe;

  5. Os que A ultrajem directamente nas suas sagradas imagens”.

CONDIÇÕES

As condições para ganhar o privilégio dos Primeiros Sábados são quatro:
  1. Confissão. Para cada Primeiro Sábado é precisa uma confissão com intenção reparadora. Pode fazer-se em qualquer dia, antes ou depois do Primeiro Sábado, contanto que se receba a Comunhão em estado de graça.

    A vidente perguntou: – “Meu Jesus, as (pessoas) que se esquecerem de formar essa intenção (reparadora)? Jesus respondeu – Podem formá-la na confissão seguinte, aproveitando a primeira ocasião que tiverem para se confessar”.

    As outras três condições devem cumprir-se no próprio Primeiro Sábado, a não ser que algum sacerdote, por justos motivos, conceda que se possam fazer no domingo a seguir.

  2. A Comunhão Reparadora.

  3. O Terço.

  4. A meditação, durante 15 minutos, de um só mistério, de vários ou de todos. Também vale uma meditação ou explicação de 3 minutos antes de cada um dos 5 mistérios do terço que se está a rezar.
Em todas estas quatro práticas deve-se ter a intenção de desagravar o Imaculado Coração de Maria. A devoção dos 5 Primeiros Sábados foi aprovada pelo Bispo de Leiria a 13-9-1939, em Fátima.
In the apparition of July 13, 2017 in Fátima, Our Lady announced:

In order to avoid war, I’ll return to ask for the consecration of Russia to My Immaculate Heart and the Reparation Communion of the First Saturdays’.
She returned to ask for the latter devotion, when She appeared to Sr. Lucy on December 10, 1925, in Pontevedra, Spain. She said then:
Look, My daughter, at My Heart surrounded by the thorns with which ungrateful men at every moment pierce Me through blasphemies and ingratitude. You, at least, try to console Me and tell that I promise to assist, at the hour of death, with all the graces necessary for their salvation, all those who, in the First Saturday of five consecutive months, went to Confession, received Holy Communion, recited five decades of the Rosary and made Me company for fifteen minutes, while meditating in the 15 mysteries of the Rosary, all with the intent of making reparation to My Immaculate Heart’.
Our Lady showed then Her Heart surrounded with thorns, which represent our sins. She called for acts of reparation, in order to remove them, namely the reparation devotion of the five First Saturdays of the Month.In exchange, She promises us ‘all the graces necessary for salvation’.

Jesus Himself, appearing to Sr. Lucy in the following two years, on February 15 of 1926 and December 17 of 1927, insists on the spreading of this devotion. Sr. Lucy wrote: ‘War or peace in the world depend on the practice of this devotion of the First Saturdays, together with the consecration to the Immaculate Heart of Mary’.

Why five saturdays?

The First Saturdays are five, according to this revelation of Jesus, because ‘five are the kinds of offenses and blasphemies directed at the Immaculate Heart of Mary.

  1. Blasphemies against Her Immaculate Conception.

  2. ...against Her Virginity.

  3. ...against Her Divine Maternity, including the refusal to receive Her as Mother of all men.

  4. Offenses of those who try to instill in the hearts of children indifference, contempt and even hate against this Immaculate Mother.

  5. ...of those who offend Her directly in Her sacred images’.
Conditions

The conditions to gain the privilege of the First Saturdays are four:
  1. Confession. For each First Saturday a confession with intention of reparation is needed. It may be made in any day, before or after the First Saturday, provided one is in the state of grace when receiving Communion.

    The seer asked: - ‘My Jesus, people may forget to formulate that intention (of reparation)!?' Jesus replied: - 'They can do it in the following confession, taking advantage of the first opportunity they have to go to Confession’.

    The other three conditions must be fulfilled on the First Saturday itself, except if a priest, for just cause, grants that they may be fulfilled on the following Sunday.
  2. ;
  3. Communion of Reparation.

  4. Five decades of the Rosary.

  5. Meditation, during 15 minutes, on one, several or all mysteries. It is equally good to meditate, instead, for three minutes, before each of the five decades of the Rosary being recited.

In all these practices one must have the intention of doing reparation to the Immaculate Heart of Mary. The Devotion of the Five First Saturdays of the Month was approved by the Bishop of Leiria on September 13,1939, in Fátima.

31.5.15

Catequese familiar: SANTÍSSIMA TRINDADE – SOLENIDADE

EVANGELHO: Mt 28, 16-20

Naquele tempo, os Onze discípulos partiram para a Galileia, em direcção ao monte que Jesus lhes indicara. Quando O viram, adoraram-n’O; mas alguns ainda duvidaram. Jesus aproximou-Se e disse-lhes: «Todo o poder Me foi dado no Céu e na terra. Ide e ensinai todas as nações, baptizando-as em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-as a cumprir tudo o que vos mandei. Eu estou sempre convosco até ao fim dos tempos».


O Domingo é dedicado ao culto de Deus triuno e é chamado o Dia do Senhor. Mas o primeiro Domingo depois do Pentecostes foi dedicado pela Igreja à Santíssima Trindade, porque este mistério - a doutrina fundamental da religiaõ cristã - começou a ser pregado pelos apóstolos imediatamente a seguir a terem sido iluminados e fortalecidos pela descida do Espírito Santo no Pentecostes.

Que pensamentos e afectos devem ocupar as nossas mentes nesta solenidade?

Apesar do mistério da Trindade ser incompreensível para nós, devemos considerar:

 (1). Que Deus cessaria de ser Deus se o nosso limitado entendimento fosse capaz de penetrar a substância da Sua natureza;

(2) O mistério da Santíssima Trindade, apesar de imcompreensível para o nosso intelecto gera frutos no noss coração. A Revelação mostra-nos Deus Pai como nosso Criador, Deus Filho como nosso Redentor e o Espírito Santo como nosso Santificador; não deveria isto levar-nos a ter uma gratidão filial em relação à Santíssima Trindade ?

Quem é Deus?

Deus é um ser infinito, possuidor de todas as perfeições possíveis, dos mais sublimes e excelentes de todos o bens, que existe desde toda a eternidade e contém nEle próprio o princípio do Seu próprio ser e substância; de Quem todas as outras coisas receberam a sua existência e vida, "Porque é dele, por Ele e para Ele que tudo existe." (Rom. xi. 36).

Quem é a Santíssima Trindade?

É o Deus único, que é uno em natureza e trino em pessoa, o Pai, o Filho e o Espírito Santo.


Cada uma destas pessoas é Deus?

Sim, porque cada uma delas possui a natureza e substância divinas.

É algumas destas pessoas mais velha, mais poderosa ou maior do que outra?

Não ; todas três são, desde toda a eternidade, iguais em poder, subilimidade e majestade, devendo por isso ser igualmente adoradas.

De quem procede o Pai?

DEle próprio antes de toda a eternidade.

De quem procede Deus Filho?

O Filho procede do Pai antes de todos os séculos.

De quem procede o Espírito Santo?

Procede do Pai e do Filho.


Qual é o mandamento que o nosso Salvador dá no Evangelho?

Ele manda que os seus apóstolos ensinem todas as nações e as baptizem.

O baptismo é um sacramento?

Sim, porque através deles recebemos a graça de Deus através de um sinal externo instítuido por Cristo.


Qual é o sinal externo?

Derramar água sobre a cabeça da pessoa, pronunciando ao mesmo tempo as palavras : "Eu te baptizo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo".

Qual é o efeito da graça do Baptismo?

Através da água e Espírito Santo, o baptizado é purificado do pecado original e de todos os pecados actuais, caso os tenha cometido; renasce espiritualmente é é feito filho de Deus e co-herdeiro com Cristo (Jo iii. 6 ; Rom. viii. 17).

Qual é o papel dos padrinhos?

(1) Em nome da criança expressão o desejo de ser baptizados e fazem a profissão de fé, juntamente com a promessa de viver de acordo com a doutrina de Cristo. (2) Em caso de morte dos pais ou de negligência no cumprimento do seu dever, os padrinhos podem providenciar a educação religiosa das crianças. (3) São testemunhas do baptismo da criança.


Sunday is dedicated to the worship of the Triune God, and is called accordingly the Lord s day; but the firstSunday after Pentecost is appointed by the Church a special feast of the Most Holy Trinity, because this mystery, as the fundamental doctrine of the Christian religion, began at once to be preached by the apostles, as soon as they had been enlightened and strengthened by the descent of the Holy Ghost.

What thoughts and affections should occupy our minds on this feast?

Although the mystery of the Trinity is incomprehensible to us, we must consider:

1. That God would cease to be God, if our limited understanding were capable of penetrating the sub stance of His nature.

2. The mystery of the Blessed Trinity, though incomprehensible to our intellect, is yet not without fruit in our hearts. The records of revelation show us God the Father as our Creator, God the Son as our Redeemer, God the Holy Ghost as our Sanctifier ; and should not this move us to a child-like gratitude towards the blessed Trinity?

Who is God?

God is an infinite being, of all possible perfections, the most sublime and excellent of all goods, existing from all eternity, and containing within Himself the principle of His own being and substance ; from Whom all other things have received their existence and life, "for of Him, and by Him, and in Him are all things" (Rom. xi. 36).

What is the blessed Trinity?

It is this one God, Who is one in nature and threefold in person, the Father, Son, and Holy Ghost.

Is each of these persons God?

Yes, for each possesses the divine nature and substance.

Is any of these three persons older, more powerful, or greater than another?

No ; they are all three, from eternity, equal in power, sublimity, and majesty, and must therefore be equally adored.

From Whom is the Father?

From Himself, before all eternity.

From Whom is God the Son?

The Son is begotten of the Father before all ages.

From Whom is God the Holy Ghost?

He proceeds from the Father and the Son.


What command does Our Saviour give in this gospel?

He commands His apostles to teach all nations, and to baptize them.

Is Baptism a sacrament?

Yes, for by it we receive the grace of God, through an out ward sign instituted by Christ.


What is the outward sign?

Pouring water on the head of the person to be baptized and pronouncing at the same time the words : "I baptize thee in the name of the Father, and of the Son, and of the Holy Ghost."

What is the effect of the grace of Baptism?

Through water and the Holy Ghost, the baptized person is cleansed from original sin, and from all actual sins, if he has committed such; is spiritually new-born, and made a child of God and a joint-heir with Christ (John iii. 6 ; Rom. viii. 17).

What is the use of sponsors?

1. In the name of the child, they express the desire to be baptized, and make the profession of faith, together with the promise to live according to the doctrine of Christ. 2. In case the parents should die, or neglect their duty, the god-parents may provide for the instruction of the children. 3. They arewitnesses that such a person has been baptized.

25.5.15

Corrupted barbarians

"Such is the unconscious tendency of every uncorrupted father's heart. Find if you can a man whose heart, if God has blessed him with children, does not instinctively impel him to do everything in his power to make them happy. The world would call him an unnatural father who would not yield to this impulse. It is only in a state of barbarism that such a father is possible."

24.5.15

Catequese familiar: DOMINGO DE PENTECOSTES

LEITURA I Actos 2, 1-11

Quando chegou o dia de Pentecostes, os Apóstolos estavam todos reunidos no mesmo lugar. Subitamente, fez-se ouvir, vindo do Céu, um rumor semelhante a forte rajada de vento, que encheu toda a casa onde se encontravam. Viram então aparecer uma espécie de línguas de fogo, que se iam dividindo, e poisou uma sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar outras línguas, conforme o Espírito lhes concedia que se exprimissem. Residiam em Jerusalém judeus piedosos, procedentes de todas as nações que há debaixo do céu. Ao ouvir aquele ruído, a multidão reuniu-se e ficou muito admirada, pois cada qual os ouvia falar na sua própria língua. Atónitos e maravilhados, diziam: «Não são todos galileus os que estão a falar? Então, como é que os ouve cada um de nós falar na sua própria língua? Partos, medos, elamitas, habitantes da Mesopotâmia, da Judeia e da Capadócia, do Ponto e da Ásia, da Frígia e da Panfília, do Egipto e das regiões da Líbia, vizinha de Cirene, colonos de Roma, tanto judeus como prosélitos, cretenses e árabes, ouvimo-los proclamar nas nossas línguas as maravilhas de Deus».



O que é o Domingo de Pentecostes?

É o aniversário solene da descida do Espírito Santo, sob a aparência de línguas de fogo, sobre Maria, a Mãe de Jesus, e os Seus apóstolos e discípulos que se encontravam reunidos em oração em Jerusálem.
What is Pentecost Sunday?

The solemn anniversary of the day on which the Holy Ghost came down, under the appearance of fiery tongues, upon Mary the Mother of Jesus, and His apostles and disciples, who were assembled in prayer at Jerusalem.
O que é que a Igreja comemora no Pentecostes?

O amor infinito de Deus Espírito Santo que distribui aos fiéis os frutos da Redenção obtida  por Cristo
What does the Church commemorate at Pentecost?

The infinite love of God the Holy Ghost, Who imparts to the faithful the fruits of the redemption purchased for them by Christ.

Porque razão celebra a Igreja este dia de forma tão solene?

Para adorar e dar graças a Deus por ter enviado o Espírito Santo que deu tantas graças espirituais e frutos ao homem.
Why does the Church celebrate this day so solemnly?

To praise and thank God for sending the Holy Ghost, Who gave so many spiritual graces and fruits to men.
Porque razão o Espírito Santo apareceu sob a aparência de sinais visíveis?

Para atrair a atenção e indicar exteriormente aquilo que aconteceu interiormente. O rugido do vento, de acordo com a linguagem dos profetas, aponta para a aproximação de Deus e tinha o objectivo de anunciar algo extraordinário. As línguas de fogo significam o dom de línguas, a sua divisão os diferentes dons atribuídos pelo Espírito Santo. O fogo que ilumina, aquece e rapidamente se propaga, representa o amor de Deus, o poder e a alegria dos apóstolos e da humanidade através deles, e a rápida expansão do Cristianismo
Why did the Holy Ghost appear under visible signs?

It was done to attract attention, and to indicate outwardly what took place inwardly. The roar of the mighty wind, according to the language of the prophets, pointed to the approaching Godhead, and was intended to announce something extraordinary. The appearance of tongues signified the gift of languages, and the division of them the difference of gifts imparted by the Holy Ghost. The fire which lightens, warms, and quickly spreads, denoted the love of God, the power and joy with which the apostles, and mankind through them, should be filled, and indicated the rapid extension of Christianity.
Quais foram os efeitos da descida do Espírito Santo sobre os apóstolos?

Foram iluminados e tomaram conhecimento de toda a veridade. Foram libertados de todos os medos e fragilidades; sem medo, os apóstolos pregaram por todo o lado Cristo crucificado; por amor dEle suportaram com alegria todos os sofrimentos. Os seus discursos foram compreendidos por todos os presentes, como se eles tivessem entendido cada língua em particular. Desde essa altura o cristianismo espalhou-se por todo o mundo.

Reza hoje ao Espírito Santo para que também te ilumine, para que te inflame com o santo amor e que te dê a força para diariamente crescer no bem.
What were the effects of the descent of the Holy Ghost upon the apostles?

Being enlightened and made acquainted with all truth, freed from all fear and faint-heartedness, and undaunted, the apostles preached everywhere Christ crucified, and for love of Him endured with joy all sufferings. Their discourses were understood by all present, as if they had carefully learned each particular language. From that time Christianity spread with wonderful rapidity throughout the whole world.

Pray the Holy Ghost today to enlighten you also, to inflame you with holy love, and to give you strength daily to increase in all goodness.

INTRUÇÃO SOBRE O 8.º ARTIGO DO CREDO

Que nos ensina o oitavo artigo do Credo: creio no Espírito Santo?

O oitavo artigo elo Credo ensina-nos que existe o Espírito Santo, terceira Pessoa da Santíssima Trindade, e que Ele é Deus eterno, infinito, omnipotente, Criador e Senhor de todas as coisas, como o Pai e o Filho.

INSTRUCTION ON THE 8th ARTICLE OF the CREED

What are we taught in the Eighth Article: I believe in the Holy Ghost?

The Eighth Article of the Creed teaches us that there is a Holy Ghost, the Third Person of the Blessed Trinity; and that, like the Father and the Son, He is God eternal, infinite, omnipotent, Creator and Lord of all things.
De quem procede o Espírito Santo?

O Espírito Santo procede do Pai e do Filho como de um só princípio, por via da vontade e do amor.
From whom does the Holy Ghost proceed?

The Holy Ghost proceeds from the Father and the Son, as from one Principle, by way of will and love.
Se o Filho procede do Pai, e o Espírito Santo procede do Pai e do Filho, parece que o Pai e o Filho existiam antes do Espírito Santo. Porqu se diz então que são eternas todas as três Pessoas divinas?


Diz-se que são eternas todas as Três Pessoas divinas, porque o Pai gerou o Filho desde toda a eternidade, e do Pai e do Filho procede o Espírito Santo, também desde toda a eternidade.
If the Son proceeds from the Father, and the Holy Ghost proceeds from the Father and the Son, it would seem as if the Father and the Son are prior to the Holy Ghost; how then can it be said that all the Three Persons are eternal?

It is said that all the Three Persons are eternal, because the Father has begotten the Son from all eternity, and the Holy Ghost proceeds from the Father and from the Son from all eternity.
Por que razão a terceira Pessoa da Santíssima Trindade é designada pelo nome de Espírito Santo ?

Designa-se a terceira Pessoa da Santíssima Trindade particularmente com o nome de Espírito Santo, porque procede do Pai e do Filho por meio de expiração e de amor.
Why is the Third Person of the Blessed Trinity specially designated by the name of the Holy Ghost or the Holy Spirit?

The Third Person of the Blessed Trinity is specially designated by the name of the Holy Ghost or the Holy Spirit, because He proceeds from the Father and from the Son by way of spiration and of love.
Que obra se atribui especialmente ao Espírito Santo?

Ao Espírito Santo atribui-se especialmente a santificação das almas.
What work is especially attributed to the Holy Ghost?

To the Holy Ghost is specially attributed the sanctification of souls.
O Pai e o filho santificam-nos também, como o Espírito Santo?

Sim, todas as três Pessoas divinas nos santificam igualmente.
Do the Father and the Son sanctify us equally with the Holy Ghost?

Yes, all the Three Divine Persons equally sanctify us.
Se assim é porque e especialmente atribuída ao Espírito Santo a santificação das almas?

Atribui-se em particular ao Espírito Santo a santificação das almas, porque é obra de amor, e as obras de amor atribuem-se ao Espírito Santo.
If this is so, why is the sanctification of souls specially attributed to the Holy Ghost?

The sanctification of souls is specially attributed to the Holy Ghost, because it is a work of love, and the works of love are attributed to the Holy Ghost.
Quando é que o Espírito Santo desceu sobre os Apóstolos?

O Espírito Santo desceu sobre os Apóstolos no dia de Pentecostes, isto é, cinqüenta dias depois da Ressurreição de Jesus Cristo, e dez dias depois da sua Ascensão.
When did the Holy Ghost descend on the Apostles?

The Holy Ghost descended on the Apostles on the day of Pentecost, that is, fifty days after the Resurrection of Jesus Christ, and ten days after His Ascension.
Onde ficaram os Apóstolos nos dez dias antes da festa de Pentecostes?

Os Apóstolos ficaram reunidos no Cenáculo em companhia da Virgem Maria e dos outros discípulos, e perseveravam na oração esperando o Espírito Santo que Jesus lhes havia prometido.
Where were the Apostles during the ten days preceding Pentecost?

The Apostles were gathered together in the Supper Room with the Virgin Mary and the other disciples, and were persevering in prayer in expectation of the Holy Ghost, Whom Jesus Christ had promised to send them.
Quais foram os efeitos que o Espírito Santo produziu nos Apóstolos?

O Espírito Santo confirmou na fé os Apóstolos, encheu-os de luzes, de forças, de caridade e da abundância de todos os seus dons.
What effects did the Holy Ghost produce in the Apostles?

The Holy Ghost confirmed the Apostles in the faith, filled them with light, strength, charity, and an abundance of all His gifts.

Foi enviado o Espírito Santo só aos Apóstolos?

O Espírito Santo foi enviado a toda a Igreja e a todas as almas fiéis.

Was the Holy Ghost sent for the Apostles alone?

The Holy Ghost was sent for the whole Church and for every faithful soul.
Que opera o Espírito Santo na Igreja?

O Espírito Santo, como a alma no corpo, vivifica a Igreja com a sua graça e com os seus dons; estabelece nEla o reino da verdade e do amor; e assiste-Lhe a fim de que oriente os seus filhos com firmeza no caminho do Céu.
What does the Holy Ghost do in the Church?

The Holy Ghost gives life to the Church by His grace and by His gifts, as the soul gives life to the body; He establishes in her the Kingdom of truth and of love; and He helps her to lead her children in safety along the way to heaven.
Quantos e quais são os dons do Espírito Santo?

Os dons do Espírito Santo são sete:

1º Sabedoria;
2º Entendimento;
3º Conselho;
4º Fortaleza:
5º Ciência;
6º Piedade;
7º Temor de Deus.

Para que servem os dons do Espírito Santo?

Os dons do Espírito Santo servem para nos confirmar na Fé, na Esperança e na Caridade, e para nos tornar solícitos para os atos das virtudes necessárias para conseguir a perfeição da vida cristã.

Que é a Sabedoria?

A Sabedoria é um dom que nos ensina a elevar o espírito acima das coisas terrenas e frágeis, ca ontemplar as eternas, isto é, a Verdade, que é Deus, no qual pomos a nossa complacência, amando-O como nosso Sumo bem.

Que é o Entendimento?

O Entendimento é um dom pelo qual nos é facilitada, quanto é possível a um homem mortal, a inteligência das verdades da Fé e dos divinos mistérios, os quais não podemos conhecer com as luzes naturais da nossa razão.

Que é o Conselho?

O Conselho é um dom pelo qual, nas dúvidas e incertezas da vida humana, conhecemos o que mais convém à glória de Deus, à nossa salvação e à do próximo.

Que é a Fortaleza?

A Fortaleza é um dom que nos incute energia e coragem para observar fielmente a santa Lei de Deus e da Igreja, vencendo todos os obstáculos, e os assaltos dos nossos inimigos.

Que é a Ciência?

A Ciência é um dom pelo qual julgamos retamente das coisas criadas, e conhecemos o modo de bem usar delas e de as dirigir ao último fim, que é Deus.

Que é a Piedade?

A Piedade é um dom pelo qual veneramos e amamos a Deus e aos Santos, e conservamos ânimo bondoso e benévolo para com o próximo, por amor de Deus.

Que é o Temor de Deus?

O Temor de Deus é um dom que nos faz reverenciar a Deus, e ter receio de ofender a sua Divina Majestade, e que nos afasta do mal, incitando-nos ao bem.




Quais são os frutos do Espírito Santo?

São doze: 1. Amor 2. Alegria 3. Paz 4. Paciência 5. Longanimidade 6. Benignidade 7. Bondade 8. Mansidão 9. Fé 10. Modéstia 11. Continência 12. Castidade.

Estes frutos deviam ser visíveis no Cristão, porque desta forma todos saberiam que o Espírtio inabita nele, tal como a árvore é conhecida pelos seus frutos.
How may and which are the gifts of the Holy Ghost

The gifts of the Holy Spirit are seven:

1º Wisdom;
2º Understanding;
3º Counsel;
4º Fortitude;
5º Understanding
6º Piety;
7º Fear of God.

What purpose do these gifts serve?

The gifts of the Holy Ghost serve to establish us in Faith, Hope and Charity, and to render us prompt in the exercise of those acts of virtue necessary towards attaining the perfection of a Christian life.

 What is Wisdom ?

The gift of wisdom, which teaches us to value the heavenly more than the earthly, infuses into us a longing for the same, and points out to us the right means to salvation.


What is understanding?

The gift of understanding, which enlightens us to rightly understand the mysteries and doctrines of our holy religion.

 What is counsel?

The gift of counsel in doubtful cases, which enables us to know what to do or omit, and what to advise others. This gift is particularly necessary for superiors, for those who are changing their state of life, and for those who are entangled in perplexing and unfortunate marriage relations.

What is fortitude?

The gift of fortitude, which banishes all timidity and human respect, strengthens a man to hate sin, and steadfastly to practise virtue ; preferring contempt, temporal loss, persecution, and even death, to denying Christ by word or deed.

What is knowledge?

The gift of knowledge, by which the Holy Ghost enlightens us with an inner light, that we may know ourselves, the snares of self-love, of our passions, of the devil, and of the world, and may choose the fittest means to overcome them.

What is piety?

The gift of piety and devotion, which infuses into us veneration for God and divine things, and joy in conversing with Him.

What is fear of God?

The gift of the fear of God, that childlike fear, which dreads no other misfortune than that of displeasing God, and which accordingly flees sin as the greatest evil.

Which are the fruits of the Holy Ghost?

They are the twelve following: 1. Charity. 2. Joy. 3. Peace. 4. Patience. 5. Benignity. 6. Goodness. 7. Long-suffering. 8. Mildness. 9. Faith. 10. Modesty. 11. Continency. 12.

Chastity. These fruits should be visible in the Christian, for thereby men shall know that the Holy Ghost dwells in him, as the tree is known by its fruit.
Quantos são os pecados contra o Espírito Santo?

Os pecados contra o Espírito Santo são seis:

1º desesperar da salvação;
2º Presunção de se salvar sem merecimentos;
3º combater a verdade conhecida;
4º ter inveja das graças que Deus dá a outrem;
5º obstinar-se no pecado;
6º morrer na impenitência final.
How many are the sins against the Holy Ghost?

The sins against the Holy Ghost are six:

(1) Despairing of being saved;
(2) Presuming on being saved without merit
(3) Opposing the known truth;
(4) Envying another’s graces;
(5) Obstinately remaining in sin;
(6) Final impenitence.
Por que se chamam estes pecados particularmente pecados contra o Espírito Santo?

Chamam-se estes pecados particularmente pecados contra o Espírito Santo, porque se cometem por pura malícia, o que é contrário à bondade que se atribui ao Espírito Santo.
Why are these sins specially said to be against the Holy Ghost?

These sins are specially said to be against the Holy Ghost, because they are committed through pure malice, which is contrary to goodness, the special attribute of the Holy Ghost.

17.5.15

Catequese familiar: DOMINGO VII DA PÁSCOA ASCENSÃO DO SENHOR – SOLENIDADE

EVANGELHO Mc 16, 15-20

Naquele tempo, Jesus apareceu aos Onze e disse-lhes: «Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda a criatura. Quem acreditar e for baptizado será salvo; mas quem não acreditar será condenado. Eis os milagres que acompanharão os que acreditarem: expulsarão os demónios em meu nome; falarão novas línguas; se pegarem em serpentes ou beberem veneno, não sofrerão nenhum mal; e quando impuserem as mãos sobre os doentes, eles ficarão curados». E assim o Senhor Jesus, depois de ter falado com eles, foi elevado ao Céu e sentou-Se à direita de Deus. Eles partiram a pregar por toda a parte e o Senhor cooperava com eles, confirmando a sua palavra com os milagres que a acompanhavam.


Como se designa o versículo "Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda a criatura.?

Este versículo é designado por mandato apostó­lico universal ou mandato missionário. É um mandato imperativo de Cristo aos Seus Após­tolos para que preguem o Evangelho a todas as nações. Essa mesma missão apostólica incumbe, de modo especial, aos sucessores dos Apóstolos, que são os Bispos em comunhão com o Papa, sucessor de Pedro.

Não só eles, porém, mas toda a Igreja tem esta obrigação. Toda a actividade do Corpo místico que a este fim se oriente, chama-se apostolado.

É verdade que Deus actua directamente na alma de cada pessoa por meio da Sua graça, mas, ao mesmo tempo, deve afirmar-se que é vontade de Cristo, expressa neste e noutros textos, que os homens sejam instrumento ou veículo de salvação para os outros homens.

O quer ensina Jesus quando diz que "quem acreditar e for baptizado será salvo; mas quem não acreditar será condenado"?

Ensina-se neste versículo que a fé e o Baptismo são requisitos indispensáveis para alcançar a salvação. A conversão à fé de Jesus Cristo há-de levar directamente ao Baptismo, que nos «confere a primeira graça santificante, pela qual se perdoa o pecado original e também os actuais, se os houver; remete toda a pena por eles devida; imprime o caracter de cristãos; faz-nos filhos de Deus, membros da Igreja e herdeiros da glória, e habilita-nos para receber os outros sacramentos» (Catecismo Maior, n.° 553).

O Baptismo é absolutamente necessário para o homem se salvar, como se depreende destas palavras do Senhor. Mas a impossibilidade física do rito baptismal pode ser suprida ou pelo martírio, que é chamado baptismo de sangue, ou por um acto perfeito de amor de Deus ou de contrição, unidos ao desejo, pelo menos implícito, de ser baptizado; a isto chama-se baptismo de desejo (cfr Ibid., n.os 567-568).

Outra consequência ligada intimamente à anterior é a necessidade da Igreja.

Porque razão foram necessários os milagres que Jesus anuncia: "expulsarão os demónios em meu nome; falarão novas línguas; se pegarem em serpentes ou beberem veneno, não sofrerão nenhum mal; e quando impuserem as mãos sobre os doentes, eles ficarão curados"?

«Os milagres — comenta São Jerônimo — foram precisos ao princípio para confirmar com eles a fé. Mas, uma vez que a fé da Igreja está confirmada, os milagres não são necessários». De qualquer modo, Deus continua a realizar milagres através dos santos de todos os tempos, também dos actuais mas em menor número para dar lugar ao mérito da fé.

Porque razão Jesus Cristo, depois da sua ressurreição, esteve quarenta dias na terra, antes de subir ao Céu?

Jesus Cristo, depois da sua ressurreição, esteve quarenta dias na terra, antes de subir tio Céu, para provar, com várias aparições, que ressuscitara verdadeiramente, e para instruir melhor os Apóstolos e confirmá-los nas verdades da fé.



Por que Jesus Cristo subiu ao Céu?

Jesus Cristo subiu tio Céu: (1) para tomar posse do seu reino, que havia merecido com sua morte; (2) para preparar o nosso lugar na glória, e para ver nosso Mediador eAdvogado junto do Padre Eterno; (3) para enviar o Espírito Santo aos seus Apóstolos.

Por que se diz de Jesus Cristo que subiu ao Céu, e de sua Mãe Santíssima se diz que foi levada para o Céu?

Diz-se de Jesus Cristo que subiu, e de sua Mãe Santíssima que foi levada ao Céu, porque Jesus Cristo, sendo Homem-Deus, subiu ao Céu por virtude própria; mas sua Mãe, que era criatura, embora a mais digna de todas, foi levada tio Céu por virtude de Deus.


Explicai as palavras: Está sentado à direita de Deus Padre todo-poderoso.

As palavras "está sentado" significam a posse pacífica que Jesus Cristo tem da Sua glória, e as palavras "à direita de DeusPadre todo-poderoso" exprimem que Ele, tem o lugar de honra sobre todas as criaturas.
What is the name of the following canticle: "Go into the whole world and proclaim the gospel to every creature?

This canticle is designated as the missionary mandate. It is an imperative mandate from Christ to His apostles to preach the Gospel to all nations. This apostolic mission belongs especially to the successores to the apostles, the bishops in communion with the Pope, the successor of Peter.


But all the church must evangelise. All the activities of the mystical body oriented towards this end are called apostolate.

It is true that God acts directly in soul of wach person by means of His grace, but, at the same time it is the will of Christ taht men should be instrument of salvation for othter men.



What does Jesus teaches us when He says: "Whoever believes and is baptized will be saved; whoever does not believe will be condemned."?

Jesus that faith and Baptism are indispensible for salvation. Conversion to Jesus will lead to baptism through which we will receive "the first sanctifying grace, remits original sin and actual guilt; remission of the temporal punishment; impresses the character of Christian; makes us children of God, members of the Church and heirs to Glory; enables us to receive other the other sacraments».


Baptism is absolutely necessary for Salvation. But in case of physical impossibility of celebrating the baptismal rite, it can be replaced for martyrdom, which is called baptism of blood, or for a perfect act of love for God or contrition, united to the, at least implicit, desire of being baptized (i.e. baptisms of desire).


Another consequence associated with the indispensability of Baptism is the necessity of the Church.



Why were the miracles announced by Jesus necessary:: "These signs will accompany those who believe: in my name they will drive out demons,they will speak new languages. They will pick up serpents with their hands, and if they drink any deadly thing, it will not harm them. They will lay hands on the sick, and they will recover."?

«Miracles — says St. Jerome — were needed in the beginning to strengthen the faith. But, once the faith of the Church was firm, miracles were no longer necessary». Anyway, God still makes miracles through the saints , but in a lesser number to increase the merit of faith.



Why did Jesus Christ remain forty days on earth after His resurrection before ascending into heaven?

After His resurrection Jesus Christ remained forty days on earth before ascending into heaven, to prove by several apparitions that He was truly risen, to instruct the Apostles still further, and to confirm them in the truths of faith.

Why did Jesus Christ ascend into heaven?

Jesus Christ ascended into heaven: (1) To take possession of the Kingdom He had merited by His death; (2) To prepare the place of our glory, and to be our Mediator and Advocate with the Father, (3) To send the Holy Ghost upon His Apostles.

Why is it said of Jesus Christ that He ascended, and of His Most Holy Mother that she was assumed, into heaven?

It is said of Jesus Christ that He ascended into heaven, and of His Most Holy Mother that she was assumed, because, Jesus Christ, being Man-God, ascended into heaven by His own power; but His Mother, being a creature, even though the greatest of all creatures, was taken up into heaven by the power of God.

Explain the words: Sitteth at the right hand of God, the Father Almighty.

The word sitteth signifies the peaceful possession which Jesus Christ has of His glory; and the words: At the right hand of God, the Father Almighty, denote that He has a place of honor above all creatures.