26.4.09

Anti-racism Durban Review Conference

A conferência da ONU sobre o combate ao racismo, que se realizou em Durban, terminou no dia 24 de Abril.

Depois do discurso d'"o" Ahmadinejad e das reacções ao mesmo, pouca coisa se soube sobre o que por lá se passou.

Mas a declaração final da conferência inclui o seguinte:
"66. Recalls that the Holocaust must never be forgotten, and in this context urges all Member States to implement General Assembly resolutions 60/7 and 61/255"
Também ainda não foi desta que foi possível integrar no âmbito destas conferências alguns das medidas constantes da agenda revolucionária do lobby gay. E não se encontram referências à "saúde reprodutiva".

E depois temos isto:
"12. Deplores the global rise and number of incidents of racial or religious intolerance and violence, including Islamophobia, anti-Semitism, Christianophobia and anti-Arabism manifested in particular by the derogatory stereotyping and stigmatization of persons based on their religion or belief; and in this regard urges all the UN Member States to implement paragraph 150 of the DDPA;

13. Reaffirms that any advocacy of national, racial or religious hatred that constitutes incitement to discrimination, hostility or violence shall be prohibited by law;
É possível que isto já se aplique ao ateísmo mais militante ...

Enfim, podia ter sido pior.

Sem comentários: