7.5.09

Crise faz o teu dever

O Professor César das Neves julga que existe jornalismo e, ainda por cima, "de referência".

Tem razão naquilo denuncia, é claro. Mas a verdade verdadinha é que a única forma de andar bem informado é não ler jornais, nem ver TV.

Quem são os sacerdotes, escribas e fariseus da 'relevância jornalística': Grupos económicos e governos estrangeiros com quintas colunas informativas, agências de comunicação mercenárias, o governo, jornalistas "com ideologia própria", bloquistas transvestidos de jornalistas (e vice-versa), assessores governamentais com crónica paga e função apagada, editores que leram os clássicos comunas na juventude ou que, tendo fugido da matemática no 9.º ano, foram ensinados pelos primeiros, os departamentos de marketing e as agências de publicidade que determinam já quase tudo ... e outros homens (M/F) de cerviz mole.

Noutros tempos, mais ou menos por esta altura do post, manifestaria a minha fé nas virtudes redentoras da concorrência no mercado jornalístico. Mas contra factos não há fé que aguente.

Sem comentários: