25.7.10

G. K. Chesterton e a 'educação sexual' nas escolas

"Existe um aspecto da "Controvérsia da Educação" que diz respeito aos Distributistas em particular... É o aspecto em que o Estado é exaltado acima da Escola e a Família é privada de toda a influência sobre a esta...

De acordo com as noções mais simples de tempos mais normais, o Estado é composto por pais de famílias e a escola é composta pelos filhos das famílias, que são ensinadas por pessoas in loco parentis, representando os pais na escola, como os pais representam o famílias no Estado...

Ninguém, nem ninguém no mundo dos jornais ... reparou num facto pela primeira vez apontado pelo Sr. Belloc ... que é óbvio para qualquer mente objetiva e realista. É que a Educação Estatal Obrigatória é uma coisa tremenda, e tem o potencial de se tornal uma tremenda tirania, e pela sua própria natureza está a fazer  exactamente aquilo que todas as perseguições religiosas tentaram fazer. Se você punir as pessoas por não enviarem os seus filhos para uma escola onde é implantada uma certa perspectiva da vida ... você está a promver uma perseguição. A lógica da coisa não mudou pelo fato de que as sanções aplicadas
àqueles que não aceitam o ensino estatal são leves ... O estado está, de facto, a usar o braço secular nas coisas do Espírito...

... Devo dizer que foi a educação que causou a Grande Guerra... que foi resultado da cultura obrigatória que é própria dos nossos tempos.

... Ninguém acredita que um simples bávaro, deixado em paz no seu lar católico e na sua escola católica, descontraindo-se ao som da música e com uma cerveja de Munique  na mão, alguma vez tivesse congeminado por si próprio a ideia de que é um Super-Homem ou um Senhor da Guerra Nórdico eugenicamente destinado a conquistar o mundo. Toda a teoria de que a Alemanha era uma nação, que era uma Super-Nação, que era um povo escolhido organicamente superior aos latinos, eslavos e celtas, não teve origem na cerveja de Munique ou na música, e muito menos na escola Católica ou nas doutrinas Católicas. Ests ideias foram total e exclusivamente impostas  pela força, pela enorme máquina moderna de ensino universal que imprimiu e carimbou a idéia Prússiana em todas as cidades, de Poznan até Metz. ...
[N]a verdade esta generalização ... é em menor grau aplicável aos Aliados. O Estado francês... forçou todos os cidadãos a aprenderem o patriotismo que dividiu as nações, mas não a religião que os une. Os Ingleses ... foram educados em estreiteza nacional...

Numa palavra, a Educação Obrigatória é a conscrição. É tão moderna como o serviço militar obrigatório, tão cientificamente organizada como serviço militar obrigatório e agiu nas relações internacionais exactamente da mesma maneira como serviço militar obrigatório. Isso em si mesmo não prova que a Educação Obrigatória é necessariamente errada. ... Mas o que hoje chamamos Educação pertence a essa classe de coisas coercivas, militantes e por vezes servis representadas pela organização de um exército moderno ...  É um grande martelo-pilão para introduzir alguma coisa, geralmente a mesma coisa, em grandes massas passivas da humanidade. E quem como nós é movido pela intenção de opor o homem à máquina, deve desde o início desconfiar dela.

Para nós, a consequência prática é esta. Muito antes de podermos esperar abolir o enorme sistema centralizado de cultura, supondo que realmente queremos aboli-lo, podemos fazer muito manifestando-nos a favor de excepções, às vezes, simplesmente porque eles são excepcionais.

... Isto é o que Distributista pode fazer no caso das instituições alternativas que possam equilibrar a autocracia da Doutrinação Estatal... Ele pode fazê-lo especialmente por causa das suas convicções sociais no caso da família pobre. Ele pode fazê-lo, independentemente das suas convicções religiosas, no caso da Escola Católica. Ele encontra-se plenamente justificada, enquanto mero Distributista, apoiando tudo o que defende a organização interna e individual da humanidade, pois, independentemene do que ele possa pensar de teocracias e despotismos religiosos no passado, nunca como hoje houve tão completa ou mortal fábrica para a produção de mentes."

[Original em Inglês]

Sem comentários: