16.9.12

As maiores manifestações desde a visita do Santo Padre

Foi em meados de 2010. Como a visita do Papa ocorreu durante a longa noite socratista, os media não viram o que se passou.

Nessa altura, a dimensão das manifestações não impediu (antes pelo contrário) a promulgação da lei sobre o emparelhamento homossexual que legitima e promove comportamentos contra-natura.

As presentes manifestações também não vão impedir a aprovação do OE 2013.

Um ano após a visita do Papa, o Sócrates pegou na mala de cartão e nos códigos da conta off-shore e foi para a cidade luz. [Orgulho parvo] Este blog foi o único que previu a mudança de governo à distância de 6 meses [/Orgulho parvo].

[Profecia] Daqui a um ano o Passos Coelho já terá dado lugar a outro... que será pior do que ele.[/profecia] O mesmo eleitorado minoritário que elegeu por duas vezes o sócrates, re-elegeu o Cavaco e entronizou o passos como salvador da pátria não deixará de, democraticamente, conceder o poder absoluto a outro do mesmo calibre.

A causa eficiente da queda do Passos Coelho será a sua própria fraqueza pessoal - ele não nasceu para ser primeiro.

O passos-coelhismo teve pelo menos uma vantagem: afastou o neo-liberalismo dos programas dos governos e dos manifestos partidários durante, pelo menos, uma geração.

Sem comentários: