19.10.12

Em 2013 o PIB voltará ao século passado

Se utilizarmos como referência a série do PIB a preços constantes (ano de referência 2006) e aplicarmos ao valor do PIB de 2011 as variações previstas no cenário macroecómico do Vitor Gaspar, o PIB em 2013 ficará ainda cerca de 0,6% acima do valor do PIB do ano 2000.

No entanto, se considerarmos como boas as previsões do NECEP da Univerisdade Católica (-2,8% em 2012 e -2% em 2013), o PIB em 2013 será cerca de 0,2% inferior ao valor do ano 2000.

Ou seja, em 2013 o PIB voltará ao século XX.

Aliás, como de facto o séc XXI só começou em 2001, qualquer dos cenários macroeconómicos acima indicados conduz à conclusão que dá o título a este post.

É caso para perguntar: para que é que serviu o Euro ? A prosperidade artificial que caracterizou estes anos enriqueceu alguns à custa de quase todos.

Apesar disto, este blog apoia o OE do Passos e do Gaspar pelas seguintes 10 razões:

  1. Em primeiro lugar, porque cria imensas oportunidades para fazer penitência e reparação, como aconselhou a Nossa Senhora de Fátima. As ocasiões para renunciarmos a nós próprios, pegarmos na nossa cruz e seguirmos Jesus a caminho do calvário serão legião no ano de 2013.

  2. Em segundo lugar, porque este orçamento está a morder os calcanhares da oligarquia reinante, razão pela qual temos o privilégio de estar a assistir, pela segunda vez em poucos anos, a um golpe de estado em que os insurgentes recorrem a essas armas de destruição maciça que são os media (*). Não é que o Passos não mereça, mas a última vez que isso aconteceu apanhámos com o Sócrates pelas costas abaixo e, desta vez, a alternativa, não parece ser muito melhor.

  3. Em terceiro lugar, porque, apesar de não haver grande futuro para o país dentro do Euro e, já agora, dentro da UE, a maioria do pessoal continua a querer ser "europeu".... e se é assim então é preciso pagar as dívidas.

  4. Em quarto lugar, porque - já que é necessário pagar dívidas - este OE parece ser a forma mais equitativa e expedita de o fazer.

  5. Em quinto lugar, porque é necessário desinsuflar a bolha político-económica socratista.

  6. Em sexto lugar, porque os amigos libertarians, os comunas de todos os partidos, o Pacheco Pereira, o Mário Soares, o Jorge Sampaio, os deputados bloquistas do CDS, a ala “liberal” do PSD, etc…, estão contra. Conclusão: alguma coisa o governo deve estar a fazer bem para ter conseguido reunir tão ilustre grupo de opositores. A última vez que eles cantaram em coro foi durante o 2.º referendo do aborto.

  7. Em sétimo lugar, porque sinto uma certa compaixão pelo Passos e pelo Gaspar.

  8. Em oitavo lugar, porque parece ser o caminho mais rápido para levar o Público à falência. Enfim, antes a falência do que a angolanização.

  9. Em nono lugar, porque pode ser desta que os clubes de futebol passem a ter jogadores portugueses.

  10. Em décimo lugar, porque sim.
(*) Também pode ter sido por causa das buscas nos lares dos ex-governantes socialistas.



Sem comentários: