26.4.15

Sunday homeschool: 3.º Domingo depois da Páscoa / 3rd Sunday after Easter


Evangelho: Jo 10, 11-18

Como é que Cristo demonstra que é o bom pastor?

Fazendo todos os esforços para procurar, encontrar e trazer de volta ao caminho certo as ovelhas perdidas - isto é, os pecadores; finalmente, Ele oferece a sua vida pelo Seu rebanho, e dá-se a si próprio como seu alimento e como penhor de vida eterna (1 John V. 1[0]; Rom V. 8)

Como é que reconhecemos as ovelhas de Cristo?

(1) Porque ouvem e seguem a voz de Cristo. Por voluntariamente receberem e tentarem cumprir os Seus ensinamentos. (2) Porque obedecem à Igreja e aos seus ministros porque quem a ouve, ouve o próprio Deus, e, como diz S. Agostinho, aquele que não tem a Igreja por mãe, não pode ter Deus por Pai. (3) Pela recepção frequente e satisfeita do alimento do Bom Pastor - a santíssima comunhão. (4) Por serem pacientes e mansos, por perdoarem aos seus inimigos prontamente e decididamente. (5) Por amarem o seu próximo e por tentarem fazer entrar no rebanho aqueles que se encontram de fora.


O QUE DEVEMOS ACREDITAR SOBRE A ESPERANÇA.

"Eu entrego a minha vida pelas minhas ovelhas." Jo 10, 15.

Jesus Cristo, pela Sua morte, obteve-nos não só o perdão dos nossos pecados, não só a graça e os meios para vivermos uma vida agradável a Deus, mas também a felicidade eterna na vida que há-de vir.

Em que consiste a vida eterna?

Na clara contemplação e perfeito amor a Deus.


O que é necessário para obter a felicidade eterna

Antes que tudo, a graça de Deus, que ilumina a nossa fé, confirma a nossa esperança, inflama o nosso amor e, através dos santos sacramentos, dispensa a força necessária para fazermos o bem.

Temos que fazer mais alguma coisa?

Temos de pedir a graça de Deus, e zelosamente cooperar com ela, visto que, como diz S. Agostinho, Deus que nos criou sem nós, não pode salva-nos sem a nossa cooperação.


Quando é que devemos fazer um acto de esperança?
  1. Em tempos de tribulação e de tentação contra esta virtude.
  2. No momento da recepção dos sacramentos.
  3. Frequentemente, durante a nossa vida ordinária, e na hora da nossa morte.
[Fonte]

Acto de Esperança

Meu Deus, porque sois omnipotente, infinitamente misericordioso e fidelíssimo às Vossas promessas, eu espero da Vossa bondade que, em atenção aos méritos de Jesus Cristo, nosso Salvador, me dareis a vida eterna e as graças necessárias para a alcançar, como prometestes aos que praticassem as boas obras, que eu me proponho realizar ajudado com o auxílio da Vossa divina graça. Senhor, minha esperança, na qual quero viver e morrer: jamais serei confundido. Ámen.


Gospel: John X, 11-18

How does Christ show that He is the good shepherd?

By taking all pains to seek, to find, and to bring back to the right way the lost sheep - that is, the sinner; finally, that He offers up His life for His flock, and gives Himself to be their food, and a pledge of eternal life (1 John V. 1[0]; Rom V. 8)


How do we know the sheep of Christ?

By their hearing and following the voice of Christ. By their willingly receiving and striving to fulfil His teachings. By their obeying the Church and her ministers for whoever hears Her, hears God Himself, and, as St. Augustine says, he who will not have the Church for his mother cannot have God for his Father. By their receiving, often and gladly, the food of the Good Shepherd - the holy communion. By being patient and meek, forgiving their enemies readily and willingly. By loving their fellow-men, and by seeking to bribg into the one fold those who are out of it.



WHAT WE MUST BELIEVE CONCERNING HOPE.

"I lay down My life for My sheep." John x. 15.

Jesus Christ, by His death, has obtained for us not only for giveness of our sins, the grace and means of leading lives pleasing to God, but also eternal happiness in the life to come.


In what does eternal happiness consist?

In the clear contemplation and perfect love of God.


What is necessary to obtain eternal happiness?

Before all else, the grace of God, which enlightens our faith, confirms our hope, inflames our love, and, through the holy sacraments, imparts the strength required to do good.


Have we nothing more to do?

We must pray for the grace of God, and zealously cooperate with it, since, as St. Augustine says, though God has created us without our concurrence, yet will He not save us unless we work with Him.

When should we make an Act of Hope?
  1. In time of tribulation, and of temptation against this virtue.
  2. At receiving the holy sacraments.
  3. Frequently during our ordinary life, and at the hour of death.
[Source]

Actus Spei

Dómine Deus, spero per grátiam tuam remissiónem ómnium peccatórum, et post hanc vitam ætérnam felicitátem me esse consecutúrum: quia tu promisísti, qui es infiníte potens, fidélis, benígnus, et miséricors. In hac spe vívere et mori státuo. Amen.


Sem comentários: